segunda-feira, 19 de outubro de 2015

Comentários Concurso BB 001/2015

O concurso foi realizado ontem, 18.10.2015. Região: Estados do Ceará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe.
As referências sobre aulas e slides são das aulas ministradas para o Aprova Concursos e o Gabarito é o de número 1.

59 Admita que um empresário brasileiro, acionista majoritário de uma empresa em situação pré-falimentar, venha a ser acusado pelos acionistas minoritários de uso de informação privilegiada e manipulação de preços das ações negociadas na Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros de São Paulo (BM&F Bovespa). O órgão responsável pelo eventual julgamento do processo administrativo contra o empresário é o(a)
(A)   Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade)
(B)   Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros de São Paulo (BM&F Bovespa)
(C)   Supremo Tribunal Federal (STF)
(D)   Supremo Tribunal de Justiça (STJ)
(E)    Comissão de Valores Mobiliários (CVM)

GABARITO: Opção E.
Na aula nº 09 tratei deste assunto. O enunciado da questão faz lembrar o exemplo que citei: Eike Batista, que está respondendo a um processo idêntico perante a Comissão de Valores Mobiliários (CVM).  Entre outros objetivos da CVM no mercado de capitais estão estes (slide nº 09 da mesma aula:
·         “assegurar o funcionamento eficiente e regular dos mercados de bolsa e de balcão;
·         proteger os titulares de valores mobiliários;
·         evitar ou coibir modalidades de fraude ou manipulação no mercado;
Na mesma aula apontei as punições< que aqueles que manipulam o mercado estão sujeitos, pela CVM.

60 Um cliente interessado na compra de um imóvel pró- prio encontra, entre outras, as seguintes informações no website do Banco do Brasil: • Percentual máximo financiável: até 90% do valor do imóvel, baseado no menor dos seguintes valores: avaliação ou compra e venda; • Forma de pagamento: débito em conta-corrente; • Prazo máximo: financiamento em até 420 meses (35 anos); • Tipos de imóvel: novo ou usado; residencial ou comercial; edificado em alvenaria; localizado em área urbana; • Garantia: alienação fiduciária do imóvel. Disponível em: . Acesso em: 01 ago. 2015. Adaptado. A garantia informada
(A)   concede ao devedor a propriedade do imóvel, assegurada por registro em cartório logo depois do pagamento da primeira prestação.
(B)   é um tipo de garantia, tal como a fiança, baseada na confiança.
(C)   possui o mesmo teor legal da hipoteca, já que proporciona ao credor o direito de reaver o imóvel em caso de inadimplência do devedor, depois de finalizado o processo judicial.
(D)   possibilita ao credor, diferentemente da hipoteca, executar o bem sob garantia sem que seja necessário recorrer ao poder judiciário, caso o devedor se torne irremediavelmente inadimplente.
(E)    permite que o credor coloque o imóvel em leilão público em caso de inadimplência do devedor, ficando aquele obrigado a repassar à União eventuais diferenças, quando houver, entre o valor arrecadado e o valor da dívida.
GABARITO: Opção D.
Nas aulas 26 e 27 (slide 30) falei sobre Alienação Fiduciária, que agora é permitida para bens imóveis.
Analisemos opção por opção:
(A)   A propriedade do imóvel somente retorna ao devedor após o pagamento da ÚLTIMA prestação, e não da primeira.
(B)   Alienação Fiduciária não é igual a fiança. Esta é uma garantia pessoal e Alienação Fiduciária é garantia real.
(C)   Diferente da hipoteca, não há um processo judicial na Alienação Fiduciária.
(D)   Falei durante as aulas que a possibilidade de usar a Alienação Fiduciária como garantia de bens imóveis facilitou a retomada dos bens que servem de garantia. O rito processual de execução de hipoteca é longo e complexo.
(E)    Caso o valor do leilão supere o valor da dívida, esta diferença é repassada a pessoa que entregou o bem em garantia.

61 Ao conceder uma fiança bancária a determinado cliente, um banco garante o cumprimento de uma obrigação pelo cliente, mediante uma remuneração. A fiança bancária
(A)   não precisa ser aprovada pela área de crédito dos bancos.
(B)   é proibida pelo Banco Central do Brasil no caso de operações que não tenham perfeita caracterização do valor em moeda nacional.
(C)   tem remuneração limitada à taxa de juros de referência da economia.
(D)   não é utilizada nas negociações registradas na Bolsa de Mercadorias e Futuro.
(E)    é uma operação de crédito e, portanto, sujeita ao Imposto sobre Operações Financeiras (IOF).
GABARITO: B
Entre as aulas 25 e 26 falamos sobre Fianças Bancárias. A questão é difícil, pois “mergulha fundo” na matéria.
Comentando opção por opção:
(A)   Terá sempre que passar pela área de crédito pois somente se concede fiança para alguém que é de confiança, quer dizer, merecedora de crédito.
(B)   A Circular Bacen 720, de 01.03.1982, Título 16.10.3.1, reza o seguinte: “O banco comercial pode prestar fianças desde que perfeitamente caracterizados seu valor em moeda nacional e seu vencimento.”
(C)   A remuneração é negociada entre fiador e afiançado.
(D)   A fiança bancária é muito utilizada, principalmente em Cédula do Produtor Rural, que são negociadas na Bolsa de Mercadorias e Futuros.
(E)    Não é uma operação de crédito. É uma prestação de garantia.


62 Uma cliente bancária está decidida a contratar um plano de previdência privada para si. No entanto, ela está em dúvida se seu perfil está mais adequado ao “Plano Gerador de Benefício Livre” – PGBL ou ao “Vida Gerador de Benefício Livre” - VGBL. Sabendo que a cliente é solteira e que sempre estará isenta de imposto de renda, a escolha adequada seria o
(A)   PGBL, pois ela não conta com a vantagem fiscal do VGBL.
(B)   VGBL, pois ela não conta com a vantagem fiscal do PGBL.
(C)   PGBL, pois ela declara seu imposto de renda no modelo simplificado.
(D)   PGBL, pois ela declara seu imposto de renda no modelo completo.
(E)    VGBL, pois ela declara seu imposto de renda no modelo completo.
GABARITO: Opção B.
Questão “barbada”, para quem assistiu as aulas 19 e 20 (slides 18 a 22).
Resumindo: O PGBL é para quem preenche a Declaração de Imposto de Renda no modelo completo, pois pode gozar de vantagem fiscal, que é abater o valor paga ao plano de previdência, até o máximo de 12% da renda bruta.
O VGBL é indicado para quem preenche o modelo simplificado do imposto de renda ou é isento de imposto de renda. Nesta modalidade, não goza da vantagem fiscal.

63 Periodicamente, o Banco Central do Brasil determina, nas reuniões de seu Comitê de Política Monetária (Copom), o(a)
(A)   valor máximo do volume de operações de compra e venda de títulos públicos pelo sistema bancário brasileiro.
(B)   quantidade de papel moeda e moeda metálica em circulação, dentro dos limites autorizados pelo Conselho Monetário Nacional.
(C)   valor máximo de todas as formas de crédito no país.
(D)   valor máximo do fluxo de entrada no país de capitais financeiros vindo do exterior.
(E)    taxa de juros de referência para as operações de um dia com títulos públicos.
GABARITO:  Opção E.
Questão considerada muito fácil, para quem estudou. Ela poderia ser “matada” por eliminação, caso houvesse dúvidas quanto a definição. Vejamos:
Conforme dito na exposição da matéria, o COPOM define “as diretrizes da política monetária e a taxa de juros que irá a reger as negociações com os títulos públicos por parte do Bacen.”
Assim,  a opção (A) fala em “valor máximo de operações....”. Nada que faça referência a política monetária e a taxa de juros.
A opção (B) fala sobre “quantidade de papel moeda e moeda metálica...”. Também nada sobre política monetária e taxa de juros.
O mesmo ocorre com a opção (C), que fala sobre formas de crédito.
A opção (D) está mais longe da resposta ainda, pois fala sobre fluxos de capital estrangeiro. Nada a ver com COPOM.
Opção (E), a correta, BINGO: fala sobre “taxa de juros de referência....”. Por ser a única que fala em taxa de juros de títulos públicos, é a única opção que não deixa margens à dúvidas.


64. Uma das medidas adotadas para mitigar os efeitos da crise financeira de 2008 foi a ampliação do acesso ao crédito, aumentando, com isso, ainda mais, o papel dos bancos no desenvolvimento do país. O Crédito Direto ao Consumidor (CDC)
(A)   é um empréstimo pessoal de operação não vinculada à aquisição de bens ou serviços.
(B)   exclui as compras no cartão de crédito.
(C)   é um crédito concedido através de bancos e instituições financeiras para aquisição de bens.
(D)   é um empréstimo descontado diretamente na folha de pagamento.
(E)    possui um prazo mínimo de 2 anos para o vencimento.
GABARITO: Opção C.
Pode-se recorrer desta questão. O CDC Automático não necessariamente é para aquisição de bens. Posso utilizar para pagar um prestação de serviços, fazer turismo, etc. O mutuário pode utilizar o crédito como bem entender, não sendo o mesmo direcionado. A definição exarada na opção C é cabível em CDC Direto.
A opção mais correta é a opção A.

65. O Banco Central do Brasil tem por objetivo zelar pela liquidez da economia. A liquidez é um atributo de um ativo que deve, em maior ou menor grau, conservar valor ao longo do tempo e ser capaz de liquidar dívidas. Sendo a moeda um ativo líquido, o Banco Central do Brasil interfere na liquidez da economia quando
(A)   as reservas monetárias estão baixas.
(B)   os empréstimos excedem as reservas bancárias.
(C)   a inflação está acima do esperado.
(D)   o balanço comercial está equilibrado.
(E)    os empréstimos excedem os depósitos à vista.
GABARITO: C.

Quando discorri sobre o papel do Bacen e sua interferência na economia citei que “liquidez é a circulação de moeda na economia” e nisso o Bacen tem um papel preponderante. Se a inflação está acima do esperado o Bacen interfere na liquidez da economia utilizando uma política monetária contracionista, reduzindo a oferta de moeda, aumentando dessa maneira a taxa de juros e reduzindo os investimentos no setor privado. 

Respostas questionário Banpará

1)      A incapacidade civil das pessoas físicas menores de 18 anos cessará a quando do(a)
  1. conclusão do ensino médio, em qualquer estabelecimento de ensino.
  2. obtenção do título de eleitor.
  3. obtenção de uma aposentadoria, por ser portador de deficiência física.
  4. casamento.
  5. exercício de emprego em empresa privada, desde que haja assinatura do empregador na carteira de trabalho.

2)      O título utilizado nas operações mercantis, decorrentes de vendas de mercadorias a prazo, é denominado de
  1. Cédula de Crédito Comercial, se for empresa comercial e/ou industrial.
  2. Nota Promissória.
  3. Duplicata.
  4. Título de Hipoteca.
  5. Nota Fiscal.

3)      O cheque pré-datado, se apresentado ao Banco 10 (dez) dias antes da data em que consta a emissão,
  1. deverá ser pago, se a conta corrente apresentar suficiência de fundos, por ser uma ordem de pagamento à vista.
  2. não poderá ser pago, mesmo que a conta corrente apresente suficiência de fundos, por valer a convenção efetuada entre as partes.
  3. deverá ser pago pelo Banco, que estará obrigado a conceder uma operação de empréstimo ao correntista, para honrar o cheque, caso a conta corrente não apresente disponibilidade suficiente.
  4. não poderá ser carimbado com o código 11 (onze) correspondente à insuficiência de fundos.
  5. só poderá ser carimbado com o código 11 (onze) correspondente à insuficiência de fundos, se o emitente autorizar.

segunda-feira, 5 de outubro de 2015

Questionário Prova Banpará

1)      A incapacidade civil das pessoas físicas menores de 18 anos cessará a quando do(a)
  1. conclusão do ensino médio, em qualquer estabelecimento de ensino.
  2. obtenção do título de eleitor.
  3. obtenção de uma aposentadoria, por ser portador de deficiência física.
  4. casamento.
  5. exercício de emprego em empresa privada, desde que haja assinatura do empregador na carteira de trabalho.

2)      O título utilizado nas operações mercantis, decorrentes de vendas de mercadorias a prazo, é denominado de
  1. Cédula de Crédito Comercial, se for empresa comercial e/ou industrial.
  2. Nota Promissória.
  3. Duplicata.
  4. Título de Hipoteca.
  5. Nota Fiscal.

3)      O cheque pré-datado, se apresentado ao Banco 10 (dez) dias antes da data em que consta a emissão,
  1. deverá ser pago, se a conta corrente apresentar suficiência de fundos, por ser uma ordem de pagamento à vista.
  2. não poderá ser pago, mesmo que a conta corrente apresente suficiência de fundos, por valer a convenção efetuada entre as partes.
  3. deverá ser pago pelo Banco, que estará obrigado a conceder uma operação de empréstimo ao correntista, para honrar o cheque, caso a conta corrente não apresente disponibilidade suficiente.
  4. não poderá ser carimbado com o código 11 (onze) correspondente à insuficiência de fundos.
  5. só poderá ser carimbado com o código 11 (onze) correspondente à insuficiência de fundos, se o emitente autorizar.

 RESPOSTA EM 2 (DOIS) DIAS.

sábado, 12 de setembro de 2015

Respostas das questões para treinar

Entre os direitos e proventos de uma ação a seus acionistas, encontra-se a bonificação, que significa:

a)      o montante dos juros sobre o capital próprio pago ao acionista.
b)      o direito aos acionistas de aquisição de ações por aumento de capital, com preço e prazo determinados.
c)       a condensação do capital em um menor número de ações.
d)      a diluição do capital em maior número de ações (split).
e)      a distribuição gratuita de novas ações aos acionistas em função de aumento de capital por incorporação de reservas.

RESPOSTA: Opção “E”. A Lei 6.404/76 (Lei das AS) no seu capítulo 169 reza o seguinte: Art. 169. O aumento mediante capitalização de lucros ou de reservas importará alteração do valor nominal das ações ou distribuições das ações novas, correspondentes ao aumento, entre acionistas, na proporção do número de ações que possuírem.
Esta distribuição das ações novas é chamada de bonificação em ações. Afinal de contas, o lucro é dos acionistas e as reservas são parte do lucro. Assim, quando estes valores são capitalizados (incluídos no capital da empresa) e o capital é formado por ações, nada mais justo que entregar estas novas ações para os sócios (acionistas) proporcionalmente às ações que já possuem.
ANALISEMOS AS DEMAIS OPÇÕES:
Opção A: o nome disso é Juros Sobre Capital Próprio: é uma das formas de uma empresa distribuir o lucro entre os seus acionistas, titulares ou sócios (a outra é sob a forma de dividendos). Esse pagamento é tratado como despesa no resultado da empresa, precisando que o investidor pague o Imposto de Renda, retido na fonte, sobre o capital recebido, o que não ocorre para o caso de dividendos. Essa questão fiscal é benéfica para a companhia, pois sendo o pagamento contabilizado como despesa da empresa, antes do lucro, ela não arca com os tributos, repassando este ônus ao investidor. A escolha de distribuição dos lucros entre dividendos e/ou juros sobre capital próprio compete à assembléia geral, ao conselho de administração ou à diretoria da empresa.
Opção B: isto chama-se Direito de Subscrição.
Opção C: isto chama-se operação de INPLIT.
Opção D: a própria afirmação já diz tudo. É uma operação de SPLIT.

As debêntures quirográficas são

a)      com garantia real, equivalendo aos demais créditos ordinários a favor da emissora.
b)      com garantia, equivalendo aos demais créditos ordinários contra a emissora.
c)       sem garantia, equivalendo aos demais créditos ordinários a favor da emissora.
d)      com garantia, equivalendo aos demais créditos ordinários a favor da emissora.
e)      sem garantia, equivalendo aos demais créditos ordinários contra a emissora.
RESPOSTA: Opção “E”. Quirográfica quer dizer “sem garantia”. Crédito ordinários, quer dizer, “dívidas comuns”. Então, quirográficas e créditos ordinários se equivalem e ambos tem que receber da emissora das debêntures, então é “contra a emissora”.

Sobre ações, aponte a assertiva CORRETA.

a)      As ações são denominadas preferenciais quando atribuem ao seu titular o direito de voto em assembleia de acionistas.
b)      Ações escriturais são representadas por cautelas ou certificados, que são entregues ao comprador no momento da transferência de propriedade do título.
c)       Os bônus de subscrição são o direito de subscrever novas ações em quantidade proporcional às já possuídas, que não podem ser transferidos a terceiros.
d)      As debêntures podem ser papéis de renda fixa ou variável, sendo vedada a sua conversão em ações da companhia emissora.

e)      Havendo lucro, o recebimento de dividendos é direito dos acionistas e caracteriza-se pela distribuição de parte de tais lucros da companhia a esses acionistas.
RESPOSTA: Opção E.
ANALISEMOS AS DEMAIS OPÇÕES:
Opção A: As ações que dão direito a voto são as ORDINÁRIAS e não as preferenciais.
Opção B: Ações escriturais não são representadas por cautelas ou certificados, de forma que não há movimentação física de documentos na sua negociação, sendo os valores creditados ou debitados na conta do acionista.
Opção C: O erro está em que “não podem ser transferidos a terceiros. Podem sim!!!
Opção D: Se a escritura de emissão prever debêntures CONVERSÍVEIS, as debêntures poderão ser convertidas em ações da companhia emissora.



quinta-feira, 3 de setembro de 2015

Questões para praticar

Mais perguntas sobre Conhecimentos Bancários. Fique atento para a resposta com os comentários.


Entre os direitos e proventos de uma ação a seus acionistas, encontra-se a bonificação, que significa:

a)      o montante dos juros sobre o capital próprio pago ao acionista.
b)      o direito aos acionistas de aquisição de ações por aumento de capital, com preço e prazo determinados.
c)       a condensação do capital em um menor número de ações.
d)      a diluição do capital em maior número de ações (split).
e)      a distribuição gratuita de novas ações aos acionistas em função de aumento de capital por incorporação de reservas.

As debêntures quirográficas são

a)      com garantia real, equivalendo aos demais créditos ordinários a favor da emissora.
b)      com garantia, equivalendo aos demais créditos ordinários contra a emissora.
c)       sem garantia, equivalendo aos demais créditos ordinários a favor da emissora.
d)      com garantia, equivalendo aos demais créditos ordinários a favor da emissora.
e)      sem garantia, equivalendo aos demais créditos ordinários contra a emissora.

Sobre ações, aponte a assertiva CORRETA.

a)      As ações são denominadas preferenciais quando atribuem ao seu titular o direito de voto em assembleia de acionistas.
b)      Ações escriturais são representadas por cautelas ou certificados, que são entregues ao comprador no momento da transferência de propriedade do título.
c)       Os bônus de subscrição são o direito de subscrever novas ações em quantidade proporcional às já possuídas, que não podem ser transferidos a terceiros.
d)      As debêntures podem ser papéis de renda fixa ou variável, sendo vedada a sua conversão em ações da companhia emissora.

e)      Havendo lucro, o recebimento de dividendos é direito dos acionistas e caracteriza-se pela distribuição de parte de tais lucros da companhia a esses acionistas.

quinta-feira, 23 de julho de 2015

Respostas Exercícios 1 e 2

01)  O Comitê de Política Monetária (Copom) foi instituído em 20 de junho de 1996 tendo como um dos seus objetivos definir a taxa de juros, chamada popularmente de taxa SELIC. Aponte a assertiva correta  nas questões que envolvem SELIC e COPOM.

a)     O COPOM, constituído no âmbito do BACEN, tem como objetivo implementar as políticas econômica e tributária do governo federal. ERRADO. Atribuições do COPOM: estabelecer as diretrizes da política monetária e definir a taxa de juros.
b)    Desde a adoção da sistemática de metas para a inflação como diretriz de política monetária, as decisões do COPOM visam cumprir as metas para a inflação definidas pelo CMN. Se as metas não forem atingidas, cabe ao presidente do BACEN divulgar, em carta aberta ao ministro da Fazenda, os motivos do descumprimento, as providências e o prazo para o retorno da taxa de inflação aos limites estabelecidos. CERTO.
c)     A custódia e liquidação das operações com títulos públicos federais podem ser feitas tanto no SELIC, quanto na CETIP, cabendo às partes envolvidas no negócio realizar a escolha do sistema a ser utilizado. ERRADO. Somente na SELIC.
d)    As atas das reuniões do COPOM devem ser divulgadas no prazo de até sete dias úteis após a data de sua realização. ERRADO. É até seis dias úteis após a data de sua realização.
e)     O COPOM reúne-se ordinariamente doze vezes por ano e extraordinariamente sempre que necessário, por convocação de seu presidente. ERRADO. São oito reuniões ordinárias por ano.

02)  No Brasil, o mercado de câmbio é o ambiente onde se realizam as operações de câmbio entre os agentes autorizados pelo Banco Central e entre estes e seus clientes, diretamente ou por meio de seus correspondentes. Sobre mercado de câmbio, aponte a assertiva correta.
1)     O mercado de câmbio é regulamentado e fiscalizado pela Comissão de Valores Mobiliários e compreende as operações de compra e de venda de moeda estrangeira. ERRADO. É o BACEN que regulamenta e fiscaliza o mercado de câmbio.
2)     As pessoas físicas e as pessoas jurídicas podem comprar e vender moeda estrangeira ou realizar transferências internacionais em reais, de qualquer natureza, com limitação de US$ 10,000 e observada a legalidade da transação, tendo como base a fundamentação econômica e as responsabilidades definidas na respectiva documentação. ERRADO. Não tem limitação de valores.
3)     Posição de câmbio comprada é o saldo em moeda estrangeira registrado em nome de uma instituição autorizada que tenha efetuado compras, prontas ou para liquidação futura, de moeda estrangeira, de títulos e documentos que as representem e de ouro-instrumento cambial, em valores superiores às vendas. CERTO.
4)     Banco Central pode atuar diretamente no mercado, comprando e vendendo moeda estrangeira de forma ocasional e limitada, com o objetivo de conter movimentos desordenados da taxa de câmbio, isto é, fixando legalmente a referida taxa. ERRADO. O Bacen não pode “fixar legalmente” a taxa de câmbio. No Brasil ela é livre.
5)     A operação de mercado primário implica o recebimento de moeda estrangeira por parte de clientes no País, correspondendo a fluxo de entrada da moeda estrangeira do País. ERRADO. Mercado primário implica o recebimento ou a ENTREGA de moeda estrangeira no País, correspondendo a fluxo de entrada e SAÍDA da moeda estrangeira do País.


terça-feira, 21 de julho de 2015

Questões para serem respondidas.


Periodicamente postarei questões sobre Conhecimentos Bancários para vocês testarem o aprendizado. As questões serão respondidas no dia seguinte com as devidas explicações.

01)  O Comitê de Política Monetária (Copom) foi instituído em 20 de junho de 1996 tendo como um dos seus objetivos definir a taxa de juros, chamada popularmente de taxa SELIC. Aponte a assertiva correta nas questões que envolvem SELIC e COPOM.

a)     O COPOM, constituído no âmbito do BACEN, tem como objetivo implementar as políticas econômica e tributária do governo federal.
b)    Desde a adoção da sistemática de metas para a inflação como diretriz de política monetária, as decisões do COPOM visam cumprir as metas para a inflação definidas pelo CMN. Se as metas não forem atingidas, cabe ao presidente do BACEN divulgar, em carta aberta ao ministro da Fazenda, os motivos do descumprimento, as providências e o prazo para o retorno da taxa de inflação aos limites estabelecidos.
c)     A custódia e liquidação das operações com títulos públicos federais podem ser feitas tanto no SELIC, quanto na CETIP, cabendo às partes envolvidas no negócio realizar a escolha do sistema a ser utilizado. .
d)    As atas das reuniões do COPOM devem ser divulgadas no prazo de até sete dias úteis após a data de sua realização.
e)      O COPOM reúne-se ordinariamente doze vezes por ano e extraordinariamente sempre que necessário, por convocação de seu presidente.

02)  No Brasil, o mercado de câmbio é o ambiente onde se realizam as operações de câmbio entre os agentes autorizados pelo Banco Central e entre estes e seus clientes, diretamente ou por meio de seus correspondentes. Sobre mercado de câmbio, aponte a assertiva correta.
a)     O mercado de câmbio é regulamentado e fiscalizado pela Comissão de Valores Mobiliários e compreende as operações de compra e de venda de moeda estrangeira.
b)    As pessoas físicas e as pessoas jurídicas podem comprar e vender moeda estrangeira ou realizar transferências internacionais em reais, de qualquer natureza, com limitação de US$ 10,000 e observada a legalidade da transação, tendo como base a fundamentação econômica e as responsabilidades definidas na respectiva documentação.
c)     Posição de câmbio comprada é o saldo em moeda estrangeira registrado em nome de uma instituição autorizada que tenha efetuado compras, prontas ou para liquidação futura, de moeda estrangeira, de títulos e documentos que as representem e de ouro-instrumento cambial, em valores superiores às vendas.
d)    Banco Central pode atuar diretamente no mercado, comprando e vendendo moeda estrangeira de forma ocasional e limitada, com o objetivo de conter movimentos desordenados da taxa de câmbio, isto é, fixando legalmente a referida taxa.
e)     A operação de mercado primário implica o recebimento de moeda estrangeira por parte de clientes no País, correspondendo a fluxo de entrada da moeda estrangeira do País..

domingo, 15 de março de 2015

Comentários sobre a prova BB 02/2014

São 11:25 hs da manhã de 15.03.2015. O horário da prova termina as 14:00 hs. Como todos sabem, não se pode sair com a prova da sala e nem copiar nenhuma questão. Assim, fizemos breves anotações sobre algumas questões de Conhecimentos Bancários.

A questão sobre cartão de crédito, a afirmação errada, pois a questão solicitava apontar a errada, é a que afirma que há uma demanda maior na circulação de moeda. Ora, com o uso do cartão crédito há uma diminuição na circulação de dinheiro.

A questão sobre a desvalorização da moeda nacional, a assertiva correta é aquela que diz que a desvalorização da moeda estimula a exportação, pois o com dólar valendo mais, na hora de vende-lo, o exportador recebe mais em moeda nacional.

A questão que fala sobre a subordinação da CVM, a correta é Ministério da Fazenda.

Sobre a determinação da taxa de juros pelo Bacen, é feito através do COPOM.

A questão sobre o saque do PGBL, a correta é: "valor integral, com IR adiado, sem isenção. Acredito que existe uma formulação equivocada na assertiva, pois o IR é recolhido na fonte e no início do ano seguinte ocorre o acerto, caso o recolhimento seja a menor. Questão duvidosa. Escolhi a que mais se aproximava da afirmação correta.

Sobre a poupança a resposta correta é "70% da taxa Selic mais TR."

Assim que a prova for disponibilizada, farei comentários sobre a parte de Atendimento e Conhecimentos Bancários.

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Atualidades do Sistema Financeiro

Banco do Brasil cria cartão "seguro" para compras online
Os clientes do Banco do Brasil  terão a opção de gerar cartões virtuais customizados para compras em sites de comércio eletrônico, nacionais ou internacionais.
Os chamados "cartões-espelho" poderão ser criados a partir das necessidades dos consumidores: serão dadas opções para a validade, o limite, a quantidade de transações e a bandeira (Elo, Visa ou Mastercard). Nas compras em e-commerce ou por telefone, o cliente poderá informar apenas os dados do cartão virtual.
As aquisições feitas pela nova ferramenta, chamada Ourocard-e, continuarão sendo lançadas na fatura do cartão de crédito principal,  no caso de uso dos cartões virtuais, ou na conta corrente no caso das ferramentas das bandeiras para compras via cartões de débito, além de contar com os mesmos benefícios e pontuação do programa de fidelidade.
O BB diz que desenvolveu a tecnologia com base em pedidos dos próprios clientes, que se sentiam inseguros em fornecer os dados do cartão de crédito nas compras eletrônicas.
Pesquisa da Fecomércio/SP com mil internautas paulistanos mostrou que os golpes de clonagem de cartão de crédito ou débito aumentaram em participação no ranking dos principais crimes eletrônicos neste ano. Em 2014, 44,5% disseram que elas ou parentes foram vítimas desse crime. No ano anterior, o índice era de 31,8%.
O banco afirma que o Ourocard-e é uma inovação mundial, pois é o primeiro cartão multibandeira e multifunções (crédito, débito e crediário). "O Ourocard-e é mais uma das nossas ações voltadas para ampliarmos cada vez mais a possibilidade de utilização de cartões no ambiente de e-commerce", afirma Raul Moreira, diretor de Cartões do BB.
Para ele, a nova plataforma será um diferencial do banco em um segmento que cresce a taxas médias de 30%. O comércio eletrônico representa 13% das transações dos 10 milhões de clientes do BB que utilizam a função crédito todo mês. Ele acredita que, em cinco anos, o e-commerce vai responder pela metade das transações de crédito.
Também foi desenvolvida uma ferramenta para os clientes que preferem realizar as compras por meio da função débito dos cartões. Para isso, o estabelecimento comercial precisa adotar as novas soluções do banco. O cliente tem de optar por qual bandeira quer pagar (Verified By Visa, Secure Code -Mastercard ou Pagamento Seguro Elo) e utilizar a mesma senha que permite a movimentação da conta corrente.

terça-feira, 8 de julho de 2014

Valor mínimo para realizar TED é reduzido para R$ 750

O valor mínimo para realizar uma TED (Transferência Eletrônica Disponível) foi reduzido de R$ 1.000 para R$ 750. A TED possibilita a transferência de recursos entre contas de diferentes bancos com compensação no mesmo dia.
A principal diferença da TED para outras formas de movimentação financeira está exatamente no prazo da compensação do crédito, que entra na conta do destinatário no mesmo dia em que a transferência é solicitada. Em outras modalidades, como o DOC (Documento de Crédito) ou mesmo a compensação de cheques, é preciso aguardar pelo menos um dia para a conclusão da operação.
Segundo a Febraban (Federação Brasileira de Bancos), o valor mínimo é estabelecido para evitar que o atrativo da TED gere uma demanda em excesso e sobrecarregue os sistemas de pagamento e de compensação das transações financeiras.
Quando foi criada, em 2002, a TED tinha valor mínimo de R$ 5 milhões. Depois, o piso foi sendo reduzido gradativamente. No ano passado, caiu de R$ 2.000 para R$ 1.000.
A expectativa é que, até o final de 2015, o valor mínimo da TED seja zerado.
DOC MAIS BARATO
Para que o DOC não fique sem função, o Banco Central e instituições financeiras estão acertando uma redução na tarifa cobrada para a realização desse serviço.
Isso porque, diante dos prazos de cada transação e com a mesma tarifa, seria mais vantajoso usar a TED, que permite transferências praticamente em tempo real. No DOC, o pagamento ao destinatário só ocorre no dia seguinte. Com isso, havia a expectativa de que o DOC seria praticamente abandonado.
A expectativa do governo é que a tarifa do DOC caia pela metade. Hoje, os dois produtos têm o mesmo preço.


Fonte: Folha de São Paulo